Logo

Artigos - Visualizando artigo

Por que se tornar um jovem empreendedor?

 

Ser um jovem empreendedor é o desejo de muitos brasileiros.

 

Um recente estudo feito pelo Grupo Globo apontou que 60% dos jovens querem empreender, sendo que 24% das pessoas com até 30 anos e que pertencem às classes A, B e C já cuidam do próprio negócio. 

 

Na verdade, o empreendedor brasileiro já tem um perfil predominantemente jovem. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional de Jovens Empresários (CONAJE), a faixa etária do empreendedorismo brasileiro fica entre 26 e 35 anos. 

 

As razões dos jovens empreendedores são bem variadas. Alguns desejam abrir o próprio negócio para ter independência financeira, outros fazem isso por necessidade e há também quem queira abrir sua empresa para inovar no mercado.

E sabe por que tanta gente deseja começar cedo? Porque quanto mais jovens somos, mais energia e vontade de ir além temos. 

A força de vontade, a resiliência e a abertura para aprender dos jovens empreendedores são os ingredientes perfeitos para abrir uma empresa e ter sucesso, mesmo enfrentando desafios como a burocracia e os efeitos da Covid-19.

Mesmo que o país tenha perdido mais de 600 mil empresas no intervalo de dois anos, devido à pandemia, um levantamento do Sebrae apontou que foram abertas mais de 1 milhão de novas empresas só em 2021.

Então, se você quer ser um jovem empreendedor, está no caminho certo: continue a leitura e confira algumas dicas para aproveitar as oportunidades do mercado e montar seu negócio.

Como ser um jovem empreendedor de sucesso? 

 

Se você é um jovem empreendedor que já tem uma empresa ou pretende abrir o seu próprio negócio, separamos algumas dicas essenciais que podem te ajudar nessa jornada. 

Realize cursos e treinamentos

 

Mesmo que você já domine o ramo que escolheu, continue fazendo cursos e treinamentos para aperfeiçoar nas atividades, reciclar conhecimentos, conhecer novas tendências e criar uma rede poderosa de contatos com outros donos de negócios. 

Estudar sobre administração de empresas, gestão financeira e de pessoas e marketing também são excelentes opções para ampliar sua bagagem. 

Não é preciso fazer graduação para se aprofundar nessas áreas, existem boas opções de cursos, mentorias e workshops que oferecem excelentes conteúdos para você.

 

Levante todas as obrigações legais

Abrir uma empresa não se resume apenas em ter um CNPJ: existem várias obrigações legais de natureza fiscal e tributária que precisam ser cumpridas. 

Se sua empresa não estiver em dia com elas, as autoridades podem aplicar multas, fazer apreensão de mercadorias e até mesmo suspender o alvará de funcionamento. Não esqueça também de verificar as regras específicas da sua área de atuação.

Na dúvida, procure a orientação de um contador. A Conta Azul te ajuda a encontrar este profissional. 

 

Trabalhe em uma área do seu interesse

 

Nunca abra mão de trabalhar em uma área que você realmente gosta, seja ela qual for. Fazendo isso, as chances de ter sucesso e fazer um bom trabalho são maiores, além de impactar positivamente para sua qualidade de vida.

Conheça o mercado no qual quer entrar

 

Se você tem afinidade com um setor de atuação e está pensando abrir um negócio, estude profundamente o mercado que deseja entrar. Isso inclui entender os desafios da rotina, mapear os concorrentes, conhecer o público e também os principais fornecedores. 

Pense fora da caixa e invista em diferenciais

 

Para se destacar da concorrência, você precisa fazer diferente. Invista em um atendimento diferenciado, em redes sociais mais humanizadas, em novidades e ações criativas. 

Lembre-se: não é porque a sua empresa ainda é pequena que o seu serviço ou produto não precisa se destacar. Uma dica é buscar inspirações nas grandes marcas da área. Mas, tenha cuidado para sempre manter a sua originalidade. 

 

Faça um planejamento estratégico

 

Não se abre uma empresa do dia para noite ou de qualquer jeito: é preciso montar um bom planejamento estratégico para curto, médio e longo prazo. 

Assim você consegue fazer estimativas de gastos, prever possíveis situações e se preparar para imprevistos. No seu planejamento estratégico, é importante definir atividades, responsabilidades, metas e prazos

Temos um conteúdo completo no nosso blog que fala sobre o planejamento estratégico em detalhes. 

 

Aprenda com seus erros 

 

Como jovem empreendedor, você vai errar e isso é absolutamente normal! É com os erros que aprendemos. Ao deixar de arriscar ou de tentar algo novo na sua área pelo medo de errar, você poderá perder uma grande oportunidade de se destacar no mercado.

Só não deixe de calcular os riscos e de planejar antes de tomar qualquer decisão. A ideia é aprender com o erro, mas se este erro parece bem evidente, não tem porque insistir nele!

 

Conte com o apoio da tecnologia

 

A tecnologia facilita bastante o seu dia a dia na empresa, não é mesmo? Então, por que começar um negócio fazendo todos os processos manualmente? 

Um negócio que tem como base a tecnologia tem mais chances de crescer de forma organizada. Comece usando ferramentas que organizam e simplificam a sua rotina, como um sistema de gestão no lugar das planilhas, que exigem muita atenção na hora de preencher os dados e acabam tomando boa parte do seu tempo. 

 

Também fique atento às tendências da sua área. Fique de olho nas tecnologias e ferramentas usadas pela concorrência para não ficar para trás. 

 

 

 

 

Fonte: CONTA AZUL


Voltar


Compartilhar

Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.

topo site
ajuda-chat
ajuda-chat
ajuda-chat_open