Logo

Artigos - Visualizando artigo

Como dar feedbacks que transformam?

Como dar feedbacks que transformam?

 

Ser capaz de fornecer feedbacks valiosos ao time é simplesmente uma das habilidades mais importantes de um líder. Mas antes de explicar como dar um excelente feedback, reflita, você já ouviu a expressão: “quem bate esquece, quem apanha não”.

Pois é, ela se aplica perfeitamente à situação dos feedbacks. Um feedback mal dado pode acabar com o relacionamento pessoal ou profissional de alguém. É algo sério é que não deve ser menosprezado. Exatamente pela razão acima, muitos líderes são receosos em dar feedbacks. Temem criar um clima ruim na equipe ou algum tipo de mal estar.

Acontece que guardar os problemas não favorece ninguém. Atrapalha emocionalmente o líder e perpétua o quadro de baixa performance do colaborador. Nesse contexto, a pergunta correta a ser feita não é se devemos ou não dar feedbacks, pois é evidente que são necessários. O questionamento correto é: como dar feedbacks que transformam?

Para responder a essa pergunta, separei três princípios que podem ajudar você a dar feedbacks de maneira otimizada:

1. Feedbacks não devem ser estocados

O ideal é que eles sejam dados à medida que as situações acontecem. A melhor hora de dar um feedbacks é imediatamente, a segunda é o mais breve possível.

2. Foque na situação ou a atitude, não na pessoa

Ao dar feedbacks, ficamos no comportamento específico e não no caráter ou valores da pessoa.

3. Tenha empatia

Seres humanos são falhos, todos erramos. Isso não quer dizer que devemos ser coniventes com falhas ou problemas de performance, simplesmente que podemos nos colocar no lugar do outro.

Por fim, uma técnica bastante conhecida, no entanto, pouco usada na prática por líderes é o feedback sanduíche. Ela pode ser usada para dar feedbacks de maneira otimizada. Ela funciona em três partes:

1. Pão de cima: ponto positivo

Antes de falar do problema de performance, comente e evidencie uma qualidade do colaborador. Isso servirá para aumentar a receptividade dele em relação ao ponto de melhoria.

2. Recheio: ponto de melhoria

Comente sobre o fato ou comportamento a ser melhorado de maneira pontual e objetiva. Seja específico e evite se perder com problemas do passado.

3. Pão de baixo: reforço positivo

Reforce a qualidade citada anteriormente e a confiança que tem no colaborador superar o desafio. Finalize traçando junto a ele um plano de ação e de mudanças.

E você? Já conhecia o modelo de feedback sanduíche?

Dar feedbacks pontuais e profissionais é parte do seu dia a dia como líder?

Ao ler até aqui, você tomou conhecimento dos principais princípios e técnicas sobre feedbacks no ambiente de trabalho.

Com isso, torço por você, para que tenha se inspirado a se tornar um líder cada vez melhor.

*Valdez Monterazo é associado sênior na Sociedade Brasileira de Coaching, especializado em negócios, liderança e psicologia positiva. Tem cases de sucesso e promove resultados em diversos segmentos de pequenas e médias empresas.


Voltar


Compartilhar

Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.

topo site
ajuda-chat
ajuda-chat
ajuda-chat_open